quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Verdade ou Mentira?

Existem algumas máximas sobre sexo que algumas pessoas insistem em dizer. Vamos desmitificá-las...


Masturbação causa doenças Não causa nada. Antigamente, até os médicos achavam que a masturbação era a causadora de distúrbios mentais e de outras várias doenças. Tranquilizem-se. A masturbação não cria pêlos nas mãos, nem espinhas e nem causa doença alguma. Os médicos hoje afirmam que masturbar é uma prática saudável e até necessária para o desenvolvimento das pessoas.

O tamanho do pénis é importante Não não é. O homem para dar prazer a uma mulher, tem que saber estimular o clitóris dela, que é o órgão de prazer feminino e que está localizado logo acima da entrada da vagina. O que pode acontecer é que algumas mulheres ficam muito lubrificadas durante as preliminares e na hora da penetração podem achar que um pénis não tão avantajado, não está a preencher totalmente a vagina. Pode acontecer o contrário também. Uma mulher que fique menos lubrificada pode sentir dificuldades em receber a penetração de um homem com um pénis muito grande. A verdade, é que cada casal tem que encontrar o seu ritmo e as posições certas para acertarem essas diferenças que não devem interferir na vida sexual.

Uma Mulher boa na cama atinge o orgasmo rapidamente Só se for nos filmes e novelas, onde apenas dois minutos bastam para que a mulher sinta um orgasmo. Pura ficção. A mulher demora mais tempo do que o homem para atingir o orgasmo e é bom que ela saiba que não vai ver fogos de artifício nessa altura. Para quem ainda não sentiu um, não pense também que esse momento poderá passar despercebido. Quando se tem um orgasmo, sabe-se que está a ter um, pois a sensação é de prazer intenso. Isto é válido tanto para homens como para mulheres. Quando acontece, o corpo passa por algumas transformações: a respiração acelera, o coração bate mais forte, fazendo com que a pele fique ruborizada, o fluxo sanguíneo aumenta na região genital, o suor e calor aumentam e a pupila dilata-se e na mulher, a vagina se contrai seguidamente. Para que essa sensação deliciosa de prazer aconteça na mulher, é preciso que ela tenha sido bastante excitada pelas carícias do homem e que tenha tido uma estimulação directa ou indirecta no clitóris. Já para os homens, geralmente a própria penetração é o suficiente para que eles atinjam o orgasmo.

O esperma é sujo O esperma não só não é sujo, como comprovadamente contém proteínas. O sabor é adocicado e o cheiro costuma ser parecido com o cloro. Segundo alguns relatos, o cheiro pode ficar alterado quando o homem ingere muita bebida alcoólica antes do acto sexual. Definitivamente, não é sujo.


A vagina cheira mal
Grande mentira também. Cada mulher tem o seu cheiro característico. A maioria dos homens dizem que o cheiro da vagina corresponde a maresia, aos frutos do mar. A vagina e toda a região genital da mulher, quando limpa e livre de qualquer infecção, tem um odor muito especial para os homens. Se querem saber, no oriente, existem muitas mulheres que passam o dedo nas suas vaginas e depois passam atrás de suas orelhas e pescoços para saírem com seus parceiros, pois sabem que eles ficam altamente excitados. Se duvida, é só experimentar. O

sexo anal é muito doloroso
O sexo anal só é doloroso se a mulher não estiver relaxada. Em primeiro lugar, ela tem que estar com vontade de o fazer, senão não relaxa. A mulher não tem medo só da dor que o sexo anal possa lhe causar. Na verdade também tem receio do que possa sair do seu ânus ao fazer o sexo anal. Uma boa recomendação é estar com os seus intestinos vazios antes de fazer o sexo anal, até para não sentir nenhum desconforto. Se serve como alívio, as mulheres devem saber que os homens não estão nem um pouco preocupados com isso, tamanha é a tara que eles têm nos rabos das mulheres. O homem que é um perfeito amante, consegue fazer com que a mulher fique à vontade e com vontade, pois a área em volta do ânus é extremamente sensível e erógena e quando estimulada sem pressa, causa um prazer muito grande à mulher. Outra coisa, é usar um lubrificante adequado, de preferência à base de água. Só o passar lentamente das mãos do homem, com um lubrificante, faz com que o prazer vá aumentando. Ao mesmo tempo que o homem estimula o ânus, ele deve estimular o clitóris da mulher, pois se ela estiver bastante estimulada, isso fará com que ela esteja mais relaxada e atenta ao próprio prazer, além de querer mais. Algumas mulheres preferem ser bastante estimuladas primeiro no clitóris e quando estão a sentir o orgasmo, deixam o seu parceiro penetrar-lhes por trás. O homem ao começar a introduzir o pénis no ânus da mulher, deve fazê-lo lentamente pois caso a mulher se contraia causará dor e pode assim ficar com receio de ser magoada e querer parar. Portanto, o homem não pode ser bruto nessa altura mas sim, uma boa dose de paciência e carinho, para desfrutarem juntos de um novo prazer.


Não fazer sexo se estiver na menstruação Pura estupidez. A maioria das mulheres sentem-se muito mais excitadas quando menstruadas. A menstruação pode limitar algumas práticas, como o sexo oral, por exemplo, mas isso não quer dizer que não se possa fazer sexo. Existem homens que têm repulsa pela menstruação, sem saber que o fluxo menstrual não tem nada de sujo. E algumas mulheres não demonstram estarem com vontade de ter relações nesses dias, por receio de serem recusadas pelos seus parceiros. O sexo pode ser maravilhoso quando uma mulher está na menstruação, portanto, é preciso acabar com esse tabu e experimentar para saber.

O homem não gosta de ser tocado no ânus Outro preconceito. O homem tem a mesma sensação que a mulher tem ,quando acariciado à volta do anus. O que acontece é que muitos homens têm receio de que a mulher ache que ele não é muito másculo por isso. Um homem inteligente e sem preconceitos sabe que isso é mais um estimulante e mais uma fonte de prazer.

Um comentário: