quarta-feira, 26 de junho de 2013

A massagem prostática (Ordenha)

Chamamos de milking, ou ordenha, quando através da massagem prostática o homem libera o sêmen sem a necessidade de um orgasmo convencional.
Esta ejaculação acontece quase que involuntariamente, sem espasmos ou contrações. Há uma sensação de prazer diferente, nada parecido com o prazer da penetração ou masturbação, por exemplo.
video

A estimulação da próstata se faz com as mãos calçadas em luvas de látex (para proteger de possíveis lesões internas por causa das unhas), o dildo (consolo com preservativo) ou um estimulador específico para este tipo de massagem, devidamente lubrificados com gel à base de água. A posição mais confortável é com o homem de quatro…
Com a palma da mão para baixo, a introdução do dedo médio e massagem devem ser feita de maneira constante e suave. (Veja o vídeo acima)
Nunca esquecer que a região anal não tem lubrificação, portanto é importantíssimo o uso do gel em abundância.
A intenção da prática não é provocar dor, mas através da estimulação da próstata liberar o sêmen durante a ordenha. Com a outra mão, pode ser feito o acompanhamento, como se estivesse ordenhando o pênis, ou simplesmente manipular a região até o esvaziamento completo. O sêmen escorre naturalmente, o homem sente quase como se fosse urinar e se ele relaxar, deixar vir, a ejaculação escorre naturalmente.
A fantasia de conduzir o outro ao orgasmo, sem penetração ou masturbação, é algo ligado ao controle e poder.
Fantasia de Domínio, desde que o outro tenha a fantasia da submissão. No entanto, se o barato não for este, basta focar no prazer que está proporcionando.
E este é incomum, mas inegável. O que importa é o prazer, ter e dar prazer.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Mulheres comentando sobre o sexo anal.

D E P O I M E N T O S

"Gosto de sentir algo duro dentro da minha bunda, me preenchendo. É prazeroso, mas para que eu eu goze é necessário manipular o clitóris. Basta massageá-lo que chego lá! Na primeira vez doeu mas eu relaxei e da segunda em diante não doeu mais. Tem que ter muito carinho antes, como por exemplo passar a língua nele, meter um dedinho, um vibrador e, por fim, o delicioso pau. A posição que eu mais gosto é de bandinha, com uma perna levantada, pois assim a bucetinha fica livre para ser acariciada."
Fernanda

"Gosto e sinto muito prazer fazendo sexo anal, pratico regularmente. Acho, no entanto, que é um presente que se dá e que se recebe, e presentes não são dados assim, todos os dias , são reservados para pessoas (e ocasiões) especiais.... Um homem para transar minha bundinha tem que ser muito carinhoso, tem que saber me envolver pacientemente, fazer com que eu "sinta vontade" de dar o rabinho para ele....deu prá entender? As mulheres, de um modo geral, não curtem o anal . A maioria, por causa da dor. Normalmente, no início da penetração, quando o pênis começa a entrar, doi um bocado! Mas depois que entra, o homem sendo cuidadoso, movendo-se da ponta até a metade, sem enfiar tudo, é um prazer indescritível. Para aumentar este prazer, gosto de me deitar de bruços sobre almofadas ou travesseiros, ficando arrebitadinha e de pernas separadas, com o homem deitado em cima de mim, me abraçando por trás, estilo cachorrinho.
Para diminuir a dor, aumentar o prazer, curtir a piração que é dar o rabinho, é sempre bom antes da penetração ser lubrificada com cuidado por um dedinho bem melado de gel, preparando o caminho, entrando e saindo devagar, relaxando e antecipando o que vai acontecer! Bem estimulada, nem é necessário manipular meu grelinho. Consigo ter gozo anal bem intenso, forte mesmo.... basta acompanhar os vai e vem com mordidas, chupadas e lambidas na nuca e na orelha....Ufa !!! Me arrepio só de pensar!!! Aí então, na hora do gozo, até pode enfiar tudo, inteirinho e gozar bem lá dentro...........Nossa !!! Melhor parar!!!!! É o que me ocorreu dizer....ficou mais ou menos claro?...Foi difícil manter a calma."
Lenita

"Sexo anal me dá um prazer fora do comum e eu já tive vários orgasmos só com a penetração anal. No vaginal o orgasmo é menos intenso. A dor sempre existe mas quando se está com tesão ela logo some e dá lugar ao prazer, sempre fazendo com jeitinho, é claro. Tive um namorado que tinha uma "técnica" toda especial. Ele começava com um dedinho, girava, depois enfiava outro e girava novamente... aí eu já estava pronta. Adoro fazer de quatro. É a posição mais confortável. Na minha opinião o bumbum não é o homem que come, é a mulher que dá.
Adriana

"Tive poucas experiências desse tipo, mas acho muito bom, é diferente, e tudo o que é diferente é gostoso! Essa coisa de que parece ser meio proibido... sei la´, acho que isso é que dá mais tesão, a sensação de estar fazendo algo que não se pode fazer. Sou capaz de gozar só com penetração anal mas não dispenso o sexo convencional e em diversas posições, pois sinto muito tesão assim tambem. Dar o bumbum só dói um pouco se a pessoa estiver tensa. Já fiz quando estava tensa, com medo de doer, e realmente doeu. Mas por outro lado já fiz com uma pessoa que me deixou totalmente livre, á vontade e cheia de tesão e foi maravilhoso, não doeu nem um pouquinho. É claro que o homem tem ser muito cari-nhoso, não forçar, deixar acontecer e fazer com que aconteça. Mas o segredo é não se preocupar, é se entregar para sentir o máximo de prazer possível.
Minha posição preferida é de quatro. Os homens enlouquecem ao ver nosso bumbum desse jeito."
Japonesa

"Sinto muito prazer e gozo só com a penetração. É um gozo diferente do vaginal, do oral, mas é tão intenso quanto. É um gozo que me arrepia tudo.
A possibilidade de dor deve ser considerada. Então tem que fazer com muito jeitinho, carinho e tesão (principalmente quem tá dando o cuzinho).
Quando dói, dói muito. Eu quando dou a bunda, tô com muita vontade de dá-la, já tô relaxada, "preparada", e quando rola dor, eu peço pra parar um pouquinho. Passa rapidinho. Eu me concentro e relaxo. Eu só dou, com muita vontade, com muito tesão (aí eu já tô quase implorando pra ser comida). Gosto de fazer de quatro e de frente um pro outro. Fuder de frente ajuda a relaxar mais adoro também quando fico de cócoras em cima do homem. O que um homem tem que fazer para ganhar minha bunda? Ser safado, desejar muito meu cuzinho... Tem que ser mais rude do que carinhoso, entende? Falar baixarias, me enlouquecer... Quer ver?"
Anaïs

"Fiz uma vez prá nunca mais! Doeu pra caramba, me machucou, cheguei a sangrar. Fiquei vários dias com aquilo me incomodando. Tomei pavor, fiquei tão traumatizada que até hoje quando percebo qualquer sinal de que o cara quer transar minha bunda eu fico gelada, meu tesão vai pro espaço.
Quando aconteceu eu era muito jovem e o carinha também era inexperiente. Acho que foi por causa disso. Talvez se eu tivesse feito em outro momento, com outra pessoa, tivesse sido diferente. Mas não estou disposta a pagar pra ver."
Márcia

"Eu gosto de sexo anal, mas sinto mais dor que prazer. Preciso me masturbar durante o ato para gozar. A dor é uma realidade e existe mesmo depois de várias relações. Se ela é suportável ou não dependerá da forma como a coisa é feita, do carinho... As sacagens ditas ao pé do ouvido ajudam. Mas o amor que a gente tem pela pessoa é que faz qualquer sexo, inclusive o anal, ficar prazeroso. A intimidade e o clima que existe entre os dois conta muito... Geralmente eu fico de quatro, mas não empinada. De bruços também é muito bom. Um lubrificante à base de água, muito carinho, um bom papo... Se não tiver essas coisas não rola."
Ana

" Sim, eu sinto MUITO prazer!! Nem preciso mexer no meu grelo... Gozo muito só dando o cu.Sinto uma dorzinha no início mas é suportável. O pior é na hora de entrar. Mas depois de algum tempo eu só sinto prazer. Tem que ter muuuuuiiiiita lubrificação. Saliva significa cu machucado depois! O melhor é usar um lubrificante (de preferência à base de água), começar com o dedo... Meu amante tem que colocar primeiro o indicador, aos pouquinhos beeemm devagarinho. Aí tem que ficar brincando um pouco com o dedo, depois colocar o dedo médio da mesma forma... Tem que deixar o cu relaxado e aberto, bem receptivo. Prefiro começar deitada de barriga para baixo. É a melhor posição para o pau entrar. Depois que a dor para eu fico de quatro, fico maluca, quero sentir o pau todo dentro. Mas não pra qualquer um, não. O homem tem que ter a sorte de eu sentir vontade de dar o cu pra ele. E ainda tem uns pre-requisitos: não pode ter um pau enorme (o pau grande é problema só para o cu pois minha buceta dora piroconas!!!); tem que ser limpo, cheiroso, ter bom hálito, malhado, magro, com a musculatura bem definida (mas detesto "marombeiros" hiper-musculosos), bunda carnuda e durinha e pau duro o tempo todo!!! Tá bom, não precisa ser o tempo todo, pode baixar um pouquinho depois de gozar. Mas Tem que saber administrar a trepada e só gozar depois que eu tiver gozado umas três vezes. Ah! Tem que ser experiente também. Ufa! Acho que é só isso!
Sofia

sábado, 25 de maio de 2013

Estimulação dos mamilos é tão prazerosa quanto a do clitóris.




Os seios de uma mulher são capazes de despertar o desejo e incitar a libido. Os homens sabem disto e por isso mesmo não resistem à vontade de olhar e tocar. Para que uma relação sexual aconteça, é indispensável justamente o desejo de olhar e tocar entre duas pessoas. No corpo da mulher, especificamente, os seios e toda a região do colo expressam a sua feminilidade, tanto consciente quanto subliminar. Fisiologicamente, eles são indícios da capacidade de procriar e da função de nutrir e amamentar.

A erotização das mamas estaria assim relacionada ao imaginário masculino de ser alimentado por sua parceira. "Existe um interesse consciente ou inconsciente do adulto em voltar a mamar".  Nessa fase da vida, no entanto, há também o desejo do homem de proporcionar prazer à parceira.  


Os seios são mais do que uma ferramenta para a amamentação e o imaginário masculino. Os mamilos, quando estimulados, causam a contração dos dutos de leite das glândulas mamárias proporcionando a mulher um prazer peculiar. Algumas mulheres, inclusive, podem chegar ao orgasmo só de ter seus mamilos estimulados, cumprindo função semelhante ao clitóris.

O colo oferece uma região rica em sensações para serem exploradas a sós ou a dois. Toda mulher deve aproveitar os momentos íntimos no banho para tocá-los, descobrir seu formato e como se sente enquanto eles são acariciados. Depois, estrategicamente, quem desejar, deve abusar dos decotes. Um decote bem explorado pode revelar tanto a consciência de si mesma quanto as intenções da sua aparência.
 

 

Silicone
É perfeitamente normal que as mulheres queiram ser atraentes, incluindo nesta busca, muitas vezes, um seio farto e firme. "A aparência das mamas está relacionada à juventude ou à velhice. Por isso, dado o grande interesse dos homens pelas mamas as cirurgias de implante de silicone  são das mais procuradas".

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o número de mulheres que recorrem à cirurgia de mama tem aumentado todos os anos. O último levantamento da entidade, divulgado em 2009, mostrou que de um total de 629 mil procedimentos de médio e grande porte feitos no país em 2008, em primeiro lugar, com 151 mil, aparece o de mama, seguido de lipoaspiração, com 91 mil.



Você está ou não conseguindo o que quer na cama, tem muito a ver com a comunicação, com certeza, mas há também muitas zonas erógenas em nossos corpos que nem sequer damos o crédito que merecem! Por exemplo, considere seios. A maioria das mulheres gostam de ter seus seios beijados, antes ou durante o sexo, mas a menos que você tenha um cara que seja "bom de cama," seus seios provavelmente ou raramente será o centro da ação. Claro, que eles  forem beijados, acariciados, beliscados um pouco aqui e ali sería bom né, mas, normalmente maior parte de sua atenção é para o que seria suposto ser a atração principal - entre as pernas. Como se vê, isso é um erro por parte de seu parceiro  - porque a maioria das mulheres poderia realmente usar mais estimulação do mamilo!

Ciência comprova isso mesmo. Pesquisadores da Universidade de Rutgers  pesquisou mulheres entre as idades de 23-56 e descobriu, através de imagens do cérebro, que a estimulação do mamilo afeta a mesma parte do cérebro como a estimulação vaginal ou clitoriano.
A maioria delas já sabe que estimular os mamilos libera o hormônio oxitocina, que é normalmente secretada durante o trabalho e faz com que o útero se contraia, por isso os pesquisadores disseram que talvez todos estes efeitos estão ligados no cérebro - e também pode ter um link para a amamentação. E isso é interessante, com certeza, mas o que é mais, eu acho que isso é uma prova sólida de que os seios e mamilos - especificamente - merecem mais lovin 'entre os lençóis!

Pense nisso ... O orgasmo do ponto G tem sido uma importante fonte de fascínio por algum tempo, e com certeza, essa é uma alternativa sensual para o O clitóris, mas que tal sair estritamente via seus mamilos? Tem sido feito, e agora podemos ver a explicação científica de como e por quê. E mesmo se você não se sentir como você tem que adicionar o "orgasmo de mama" para o seu quarto brincar!

Será que este estudo faz você querer prestar mais atenção às suas "mamas"?
 O envolvimento íntimo parte de alguns princípios, como, por exemplo, o respeito ao próprio corpo. Mostrar seios bonitos pode passar por processos de autoaceitação, o que seria recomendado em primeiro lugar, antes das intervenções cirúrgicas.

É bom lembrar que, assim como um único tipo de corpo não pode ser chamado de ideal, o mesmo se aplica ao formato e tamanho dos seios.

GUIA PRÁTICO CLITÓRIS

Perguntas e respostas sobre o botãozinho feminino ou Passagens grátis para mulheres irem a lua.

Qual o momento certo de tocar o clitóris?
Nunca é pondo sua mão cheia de dedos nele logo de cara. Esse órgão supersensível
possui uma complexa rede de terminações nervosas. Por isso, se tocado da forma
ou na hora erradas, provoca desconforto capaz de esfriar qualquer clima .Não é à toa que esse gerador de prazer feminino vem protegido pela glande, uma espécie de capa que abriga a pequena saliência acima da vulva dos toques mais afoitos.Melhor reservar os carinhos fortes para quando a mulher estiver bem excitada."A região vai ficando mais resistente a pressão e
fricção à medida que é estimulada."Saiba que o clitóris, assim como o pênis, endurece quando preliminares como beijos ardentes, carinho nos seios (mesmo por cima da roupa) vão ficando quentes.E é nesse momento que ele fica "louquinho" por contato. Apesar de grande parte da ereção ser interna, é possível perceber algumas mudanças no exterior.
"A cabeça incha, parecendo uma ervilha ou um micropênis".
Dá inclusive para usar o botão mágico como um termômetro da satisfação: quando a
mulher está com tesão, ele se enche de sangue.
Portanto, se estiver intumescido e avermelhado, é sinal de que suas carícias estão agradando.Trata-se de um indicador mais confiável que a lubrificação feminina, pois ela pode ocorrer sem haver estímulo sexual."As secreções são uma maneira de manter a vagina livre de bactérias. Elas não significam necessariamente que a mulher está louca para transar".


Ele garante o orgasmo mais poderoso?

Sim. O clitóris contém cerca de 8 mil terminações nervosas, mais estruturas
fibrosas do que qualquer parte do corpo humano (feminino ou masculino) e
interage com outros 15 mil nervos que irrigam a pélvis.
Precisa dizer mais? “A preliminar” é o início do incêndio. No entanto, é no
clitóris que o fogo levanta labaredas, acredite. Quando ativado, o órgão envia ao cérebro uma mensagem para irrigar a região. Quando estimulado ao limite, faz as paredes vaginais se contraírem para expulsar parte do sangue. É nessa hora que acontece o orgasmo.

O clitóris é tão sensível quanto os testículos?

O grau de sensibilidade não chega a ser igual ao dos testículos, mas é parecido
com o do pênis. O órgão feminino é similar, biologicamente falando, ao membro sexual masculino.Os dois são feitos do mesmo tecido erétil. E as semelhanças não param por aí. A mulher também tem glande, que protege a parte externa do clitóris. E, embora seja bem menor que a do homem, possui o quádruplo de nervos, ou seja, origina sensações quatro vezes mais intensas!

Como estimular o botão do prazer para levar uma mulher às nuvens?

Usando o ouvido. É isso mesmo ! ! !. A regra de ouro para satisfazer uma mulher é escutá-la. Encare as preliminares como uma dança em que ela conduz os movimentos. De que jeito? Deixando sua garota à vontade, principalmente se ela for tímida. Vale criar um clima à meia-luz, fazer perguntas entre sussurros e até sugerir que ela banque a professora, guiando a sua mão lá embaixo. De qualquer forma, ser delicado nunca é demais. Não precisa ter medo de encostar no clitóris, mas seja gentil. Quando perceber que sua mulher está bem excitada, os beijos mais fortes estão liberados.

Aqui vai um miniguia para garantir a excitação máxima:

primeiro, use três dedos (indicador, médio e anular) para pressionar a superfície do botão mágico e acariciá-lo em círculos. Na hora de começar a exploração, eleja o indicador ou o médio para tocar grandes e pequenos lábios. Acaricie a parte interna das coxas, percorra a entrada da vagina, sem entrar. Então, de novo, estimule o ponto do clitóris com movimentos circulares. Desça o dedo para a entrada da vagina e movimente-o como se estivesse fazendo carinho entre os olhos de um gato. Sexo oral também vai fazê-la ouvir os sinos. O ideal é que ela esteja deitada de costas, com as pernas separadas. Corra os dedos pelo púbis, chupe os lábios vaginais sem usar a língua. Depois do toque inicial, dê as primeiras lambidas no clitóris, longas e duradouras, como se ele fosse um sorvete. Sinta sua língua percorrendo a vulva e... interrompa os movimentos. É o jogo do provoca-e-pára. Cada ciclo de estímulos deve durar aproximadamente dez segundos, repetidos durante três minutos. Só então dê o que ela pede: pressione levemente a ponta da língua sobre a cabeça do clitóris, como se fosse uma onda banhando-a. Continue por cinco segundos. Faça carícias no períneo, espaço situado entre o final da vagina e o ânus, e nos pequenos lábios também são ótimos meios de deixar a namorada pedindo mais e você feliz da vida. A área se enche de sangue quando estimulada, o que aumenta o contato contra o pênis no momento da penetração. A conseqüência disso é que a abertura vaginal fica mais estreita,potencializando a excitação masculina.

fatos sobre o clitóris que cem por cento dos homens precisam saber

 Todo clímax começa no clitóris - Esse órgão é o epicentro da diversão feminina, uma poderosa bomba atômica de prazer na qual nenhuma sensação passa despercebida.

 Tamanho não é documento - O clitóris mede até 9 centímetros. Porém, como um iceberg, uma boa parte não pode ser vista, pois está dentro do corpo. A parte exposta varia de meio a 5 centímetros. Grande ou pequeno, proporciona a mesma satisfação. Isso porque o número de terminações nervosas se mantém a cerca de 8 mil!

 O seu orgasmo também depende dele - Quando intumescido, o clitóris ajuda a formar um arco na entrada da vagina, que aumenta a pressão contra o pênis. Viu? Estimulá-lo é bom para você também!