domingo, 13 de setembro de 2009

O ORGASMO FEMINÍNO

O orgasmo feminino pode ser dividido em quatro fases:

1)EXCITAMENTO 2)PLATÔ 3)ORGASMO E 4)RESOLUÇÃO




No excitamento ocorre os primeiros sinais da estimulação sexual como o umedecimento da vagina(lubrificação vaginal).

No platô as respostas físicas e psíquicas da mulher se intensificam e deixam o organismo preparado para a próxima fase e a qualquer momento ela atingirá o ponto culminante do processo: o orgasmo .

No orgasmo a evidência fisiológica são as contrações rítmicas da entrada e parte da vagina e da musculatura do períneo. Para algumas mulheres é um murmúrio suave, para outras, um agitado turbilhão.

Na resolução, última fase do orgasmo, ocorre o processo de descongestão vascular e de relaxamento muscular, que dá inicio ao retorno do organismo ao seu estado não estimulado.



Há orgasmos melhores do que outros?

Quanto maior a estimulação por fatores psicológicos, como amor e ternura, ambiente adequado, excitação demonstrada pelo parceiro, sentimentos de auto estima e de segurança social, completados por estímulos visuais, olfativos e táteis específicos- tanto mais intenso, prolongado e generalizado será o orgasmo.

Porque algumas mulheres não conseguem atingir o orgasmo?

CAUSAS

A)ORGÂNICAS:
Diabetes descompensada, esclerose múltipla, lesões neurológicas responsáveis pela falta de respostas sexuais. A menopausa e a remoção dos ovários não inibem sua resposta erótica e nem provocam a frigidez.

B)PSICOLÓGICAS:

1-ESTIMULAÇÃO INADEQUADA= a excitação depende de um ambiente seguro, e de uma estimulação táctil, calma e suave que, em geral, não se restringe à área genital. A tensão e a intranquilidade dificulta bastante a obtenção do orgasmo.

2-INIBIÇÕES E DIFICULDADE DE COMUNICAÇÃO= a incapacidade do casal de se abandonar às sensações e aos sentimentos eróticos, devido a um exagerado controle das manifestações sexuais. Isto pode provocar tensão e ansiedade. Os parceiros ,em sua maioria, falam pouco entre si de seus anseios, fantasias ou problemas sexuais.

3-TENSÃO EMOCIONAL leva a bloqueios da resposta sexual. Por exemplo um homem com medo de falhar sexualmente ou então de não ter um desempenho que a parceira considere bom.Em relação à mulher, conflitos inconscientes não resolvidos, referentes a sexualidade, sentimento de culpa, etc

4-PROBLEMAS DE RELACIONAMENTO DO CASAL: atitudes competitivas e discussões constantes sobre dinheiro ou educação dos filhos; descoberta de infidelidade conjugal; disfunções sexuais do homem como ejaculação precoce e impotência.

TRATAMENTO:
Quando a mulher apresenta a falta de orgasmos e quer saber o tratamento procura um médico, a fim de verificar se existe alguma coisa errada nos órgãos genitais ou que prescreva alguma vitamina ou hormônios. Se nesta consulta não for verificado problema orgânico o diagnóstico normalmente vai para a área psicológica e a paciente recebe pouca ou nenhuma orientação e sai do consultório tão confusa como entrou. Para este tipo de tratamento deve existir um treinamento profissional adequado na área de sexualidade.

O tratamento se baseia de maneira geral em informação detalhada sobre a anatomia e a fisiologia da resposta sexual feminina e masculina, correção de conceitos errados nessas áreas e psicoterapia breve com a finalidade de reduzir a ansiedade provocada pelo problema sexual. Nesta forma de tratamento, muitas vezes é necessário intervir no relacionamento global dos parceiros através de técnicas de terapia sexual.

Um comentário: