terça-feira, 22 de setembro de 2009

O que é a cirurgia intima ?

Para quem não tem o problema, pode até parecer frescura. Mas, se a mulher possui vergonha da aparência de seu órgão genital, não há nada que a faça sentir-se à vontade na sua intimidade. Felizmente, através da cirurgia plastica intima , ou vaginoplastia, pode-se eliminar esse trauma em 30 minutos, com anestesia local. A cirurgia intima ( cirurgia vagina ) representa uma grande conquista para mulher moderna, que ganhou a liberdade de decidir se deve ou não melhorar sua estetica intima .

Entre os motivos mais comuns que fazem as mulheres recorrerem a cirurgia intima estão um excesso de tamanho dos pequenos ou dos grandes lábios vaginais ou ainda o monte pubiano muito volumoso, o que muitas vezes até impede o uso de calças muito justas ou biquinis. Além disto existem mulheres que se queixam murchamento vaginal e escurecimento da mucosa da vagina.

Para cada tipo de problema apresentado, sera realizado um tipo especifico de cirurgia intima :

Grandes Lábios volumosos (labioplastia): Essa cirurgia intima, é indicada para diminuir o tamanho e dos grandes lábios. A maior causa do excesso de desenvolvimento dos lábios vaginais é genética. Porém existem casos provocados pelo uso de anabolizantes com o objetivo de ganhar massa muscular. Estes hormônios masculinos provocam como efeito colateral na mulher um aumento do clítoris e dos pequenos lábios vaginais. Se o púbis for volumoso, a lipoaspiração pubiana é o tratamento mais indicado. Se houver uma hipertrofia ( aumento) dos pequenos labios ou grandes labios é realizado a retirada cirurgica do tecido em excesso e dado pontos na região, que caem sozinhos apos cerca de 20 dias. É recomendado um perido de abstinencia das relacoes sexuais de 30 dias.

Murchamento vaginal: A correção é feita enxertando-se biomateriais (bioplastia) ou gordura da própria paciente, restaurando o volume dos lábios e recuperando a anatomia da região. Essa cirurgia intima é realizada com anestesia local, possui duração de cerca de 30 , e a pacinte é liberada logo após, sem necessidade de internação hospitalar. A recuperação nesse tipo de cirurgia intima dura em média 7 dias.

Monte de Vênus volumoso: Em algumas mulheres, pode ocorrer acumulo de gordura na região acima do pubis, provocando uma inestética elevação na região, percebida principalmente com o uso de calças mais justas. Nesse caso é indicada a lipoaspiração na região pubiana. Na maior parte dos casos, esse tipo de cirurgia intima é realizada com anestesia local, dura cerca de 40 minutos e a paciente recebe alta logo apos o procedimento. A paciente pode retornar as atividades normais geralmente em ate 48h apos a cirurgia.

Escurecimento da mucosa vaginal : Nessa cirurgia intima retira-se, com anestesia local, uma pequena quantidade da mucosa dos lábios na região escurecida. Dura em media 30 minutos e o paciente recebe alta logo apos a cirurgia.

Aumento do Ponto G :Essa cirurgia na verdade não visa corrigir uma alteracao estetica da regiao vaginal, mas tem o intuito de proporcionar um aumento na intensidade e volume do orgasmo vaginal, em mulheres sexualmente ativas. O procedimento , considerado experimental, é indicado apenas para mulheres sem disfunções sexuais e segundo estudo realizado nos Estados Unidos, 87% das mulheres que passaram pelo procedimento, relataram aumento na frequencia e intensidade do orgasmo vaginal. O procedimento e realizado sob anestesia local e dura cerca de 20 min. E recomendado abstinencia da atividade sexual por 2 dias.

Aumento do PONTO G para intensificar o orgasmo feminino.

Por muitos anos, a estimulação do clitoris foi considerada o único caminho para o orgasmo feminino. Com o advento da liberação sexual, a sexualidade feminina deixou de ser um tabu, passando a ser discutida abertamente e se tornando objeto de estudo para ciência. Um dos mais importantes estudiosos do assunto, o ginecologista alemão Dr Ernest Grafenberg , descreveu em 1950 a existência do Ponto G feminino, uma região erógena localizada na parede anterior da vagina que quando estimulada , pode produzir um alto nível de excitação sexual e intensos orgasmos.

Através de um novo procedimento chamado de Amplificação do Ponto G ou Injeção G , é possível aumentar essa importante área da sexualidade feminina, tornando-a mais volumosa e sensível ao atrito durante a relação sexual, aumentando o estímulo de terminações nervosas que levam ao orgasmo feminino.

O procedimento de aumento do Ponto G ( Injeção G ) é praticamente indolor e consiste na injeção de ácido hialurônico no Ponto de Grafenberg (Ponto G), realizado sob anestesia local no consultório, sendo indicado para mulheres sexualmente ativas com uma função sexual normal . A injeção em si é administrada em cerca de 10 segundos, e todo o procedimento de aumento do ponto G tem duração média de 30 minutos. Após 24 horas da realização do procedimento, já se pode retomar as relações sexuais. Segundo um estudo piloto realizado nos Estados Unidos, conduzido pelo Dr. David Matlok, 87% das mulheres relataram melhora na atividade sexual após a injeção G , com aumento no volume e intensidade dos orgasmos. Como o ácido hialurônico é reabsorvido pelo corpo humano ao longo do tempo, para manutenção dos efeitos, é necessária a reaplicação da injeção G em intervalos variáveis de cerca de 4-6 meses.

Note que esse é um procedimento novo, e como tal merece maiores estudos. Embora o resultado do estudo piloto tenha mostrado grande satisfação sexual na grande maioria dos casos, algumas mulheres não sentiram qualquer diferença após a aplicação da injeção no Ponto G.

O benefício mais óbvio de se realizar o procedimento de amplificação do Ponto G, é que devido ao aumento do tamanho, esse fica muito mais sensível ao atrito durante o ato sexual. Em entrevistas após o procedimento, muitas pacientes declararam que os orgasmos obtidos após a injeção de ácido hialurônico, são superiores em relação ao “orgasmo normal”, principalmente no que se refere a intensidade, quantidade e duração dos mesmos. Também foi observado, que o aumento do Ponto G também aumentou a libido sexual em algumas mulheres, fazendo com que elas experimentassem um estado quase que permanente de sensibilidade e excitação sexual

Deve-se lembrar, que o Aumento do Ponto G é indicado para mulheres sem disfunções sexuais. O procedimento deve ser visto como uma melhora, e não com uma solução para tratamento de problemas sexuais ou psicológicos/ afetivos . Se a paciente não consegue obter orgasmos durante uma relação sexual normal, é provável que a injeção não vá trazer qualquer beneficio para paciente.

A injeção para aumento do Ponto G pode proporcionar resultados realmente compensadores para o paciente , desde que as expectativas a respeito do procedimento sejam realistas.

Durante a avaliação, com seu médico, você poderá esclarecer todas as suas dúvidas a respeito da injeção de aumento do Ponto G e verá como o procedimento pode levar a uma grande melhora em sua vida sexual.




Um comentário: